Nos siga nas redes sociais

Btooom! – Anime de ação porrada e bomba

Como resumir Btooom!? Imagine acordar em uma ilha, sem saber como você foi parar ali e ainda tendo todos querendo te matar jogando bombas em você, em uma espécie de jogo doentio pela sobrevivência do mais assassino. No que hoje chamamos de jogos “battle royale”.

Gostaria de apresentar o anime Btooom! que curiosamente é um dos bons animes que não foram para frente por dois bons motivos que a equipe de marketing não havia pensado, primeiro é que lançou perto de Sword Art Online um anime quase do mesmo gênero mas que isolou o mercado para outros animes na época, e, também parece que o jogo Btooom! não vendeu muito bem e o anime era um tipo de propaganda do jogo que não deu certo. Apesar do anime ser bom o jogo não é divertido e nem interessante.

Primeiro Ryuka Sakamoto é um desempregado de 22 anos que passa todo o seu tempo jogando Btooom!, é um gamer excepcional que mora com sua mãe. No mundo real ele não nada especial mas no jogo ele é um dos top 10 do ranking mundial, um dos melhores jogadores. O climax central é o início onde Ryuka é sequestrado e jogado em um ilha, completamente atordoado ele é atacado por bombas o tempo todo por estranhos e descobre que vai ter que usar toda sua experiência no seu jogo em prática para sobreviver.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=H92d6YZkVO8[/embedyt]

 O roteiro é realmente interessante, tem lutas boas e personagens com personalidade, você como telespectador acompanha cada descoberta de Ryuka pela ilha atrás das respostas pois o nosso protagonista está tentando descobrir como e porque ele foi parar ali enquanto lida com o conflito moral de matar outro humano.

Esse anime é recomendado por nosso crítico Matheus Valter que lançou a nota que você pode ver abaixo.

O anime entra e sai de cartaz de vários serviços de streaming, então fique atento para ver se ele está em algum serviço que você assinou.

 

Nos ajude a espalhar o descontrole!

podcast

#6 – Entrevista com Vem Noobar Comigo

É isso mesmo! Nossos casters de elite estão aqui para conversar com a dona do canal Vem Noobar Comigo, falando sobre seu canal no YouTube, seus passos como desenvolvedora e muito mais!

Esse episódio, foi realmente fora da curva, onde foram vistos vários pontos de qual foi a experiência da Viih no mundo dos games, e ainda dando dicas de como manter um canal no YouTube, quais foram seus jogos e sua caminhada na criação de conteúdos.

Acesse o canal da Viih no YouTube clicando aqui

Quer apoiar a Viih? Acesse o PicPay dela clicando aqui

Canal da Viih na Twitch acesse aqui

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

Parceiros

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

podcast

#5 Apelido pra mais de metro

Neste episódio, estamos passando os limites razoáveis, e nossos casters de elite estão dividindo com vocês, quais eram os apelidos que eles recebiam, e inventavam para seus arquirrivais, e todos nós sabemos, como pré-adolescentes podiam ser nefastos, na arte de insultar, e claro, que muitos desses apelidos alguns levam pra toda vida, como cabeção da malhação que foi inspiração para muitos cabeções por esse “brasilzão” a fora.

Muitos dizem, que antigamente era a melhor época para se crescer. Muitos homens e mulheres foram formados, na pressão do bullying, ou no carinho amigável de apelidos, que poderiam ser usados para ressaltar uma característica sua positiva, ou muitas vezes, negativa. Quem nunca foi chamado de tampinha, ou para os mais altos, como “boneco de olinda”. Se tivesse um nariz um pouco mais avantajado, ja era chamado de pinóquio, ou era acusado de roubar todo oxigênio da sala.

Gostaria de deixar claro que nomes, idades e qualquer informação foram alteradas, e este episódio não é pra ser levado a sério, apenas um podcast sobre apelidos, e experiências com fim de comédia.

Caso tenha se sentido ofendido por qualquer palavra dita, pau no seu … ops, aháá te peguei, ainda ta lendo isso? É sério? Tá, você ganhou, você realmente é um leitor de primeira, mas vê se volta logo a ouvir o episódio, e se quiser dar uma opinião, e xingar muito no twitter, é só nos marcar no @castsemcontrole . Nosso facebook é @semcontrolecast

Quem diria que falar sobre apelidos renderia tantos minutos assim? Realmente essa galera precisa de terapia.

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

Em Alta

Todos os Direitos Reservados © 2021 SemControleCast