Nos siga nas redes sociais

Hajime no Ippo – Anime de luta das antigas – Review

Com grandes lutas, técnicas, enredo divertido e envolvente, Hajime no Ippo se tornou um grande clássico dos animes shounen.

Você sabia? : Shonen ou Shounen em Kanji (少年漫画) significa “quadrinho para pessoas jovens”. O mangá shonen foi considerado a forma mais popular de mangá e, embora direcionado a meninos, muitas meninas também se interessam por esse segmento. O seu equivalente feminino é chamado shojo.

O enredo gira em torno de Ippo, um jovem solitário que sofria muito com valentões. Um dia após ter sua surra interrompida por um misterioso homem, que o salvou de forma impressionante, Ippo fica intrigado com tal façanha e questiona o homem a respeito, o tal homem é um grande boxeador e acaba inspirando-o a praticar o boxe, porém sem ver potencial algum em Ippo, ele lhe lança um desafio que para alguém sem prática algum e sem noções básicas de boxe não conseguiria fazer. Logicamente pelo poder do protagonismo ele consegue cumprir o desafio e começa a treinar na mesma academia do homem que o ajudou, que se chama Takamura.

Ippo sempre foi um jovem muito bom, deixava varias vezes de sair com colegas para ajudar sua mãe na loja de aluguel de barcos para pescaria da família, seu pai sumiu desde muito novo, sendo assim a única pessoa que restava era sua mãe, que fazia de tudo por ele, principalmente para que ele realize seu atual novo sonho de se tornar um boxeador.

Resultado de imagem para hajime no ippo

Logo no inicio de seu treinamento todos percebem o potencial de Ippo, devido a força de se seu punho, logo o nosso protagonista evolui e se mostra como um jovem de futuro brilhante.

Ao longo do anime temos varias reviravoltas e ele é bem alto explicativo, todas a gírias e termos técnicos do boxe são rapidamente traduzidas na hora legendado, sendo assim não há necessidade alguma em entender de boxe, muito pelo contrário, o anime te ensina muito a respeito.

Animação é típica da época que foi criado e o som são normais, nada de fantástico, porém a historia mesmo que varias vezes clichê, é muito divertida e envolvente, com pitadas de humor, romance, drama e muita pancadaria. É um ótimo anime para se passar um tempo  e para se inspirar a praticar um esporte.

O anime foi produzido pelo estúdio Madhouse sob a direção de Satoshi Nishimura. Começou a ser exibido pelo canal Nippon TV Network em 10 de outubro de 2000 até 27 de março de 2002, com um total de 76 episódios, chegando somente até o enredo tratado no volume 30 do mangá. A série também possui um OVA intitulado de Hajime no Ippo – Mashiba vs. Kimura (はじめの一歩 : 間柴vs木村) e um filme chamado Hajime no Ippo – Champion Road (はじめの一歩 : チャンピオンロード). Em 2009 recebeu sua continuação chamada: Hajime no Ippo: New Challenger (はじめの一歩 NEW CHALLENGER) que teve somente 26 episódios. Em 2013 recebeu uma 3º temporada, intitulada Hajime no Ippo: Rising (はじめの一歩 Rising) com 25 episódios.

 

 Análise Geral:

É um ótimo anime para acompanhar se você curte pelo menos um pouquinho de boxe e luta  em geral pelas informações que aparecem durante as cenas e as estratégias que também são genuínas e podem usadas no mundo real. É clichê mas ponderado, ou seja, dá pra adivinhar o que vai acontecer mas nem sempre como vai acontecer. As lutas emocionantes são realmente muito boas e acredito que é um ótimo anime da antiga geração que vale a pena ser visto.

 

Nos ajude a espalhar o descontrole!

podcast

#6 – Entrevista com Vem Noobar Comigo

É isso mesmo! Nossos casters de elite estão aqui para conversar com a dona do canal Vem Noobar Comigo, falando sobre seu canal no YouTube, seus passos como desenvolvedora e muito mais!

Esse episódio, foi realmente fora da curva, onde foram vistos vários pontos de qual foi a experiência da Viih no mundo dos games, e ainda dando dicas de como manter um canal no YouTube, quais foram seus jogos e sua caminhada na criação de conteúdos.

Acesse o canal da Viih no YouTube clicando aqui

Quer apoiar a Viih? Acesse o PicPay dela clicando aqui

Canal da Viih na Twitch acesse aqui

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

Parceiros

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

podcast

#5 Apelido pra mais de metro

Neste episódio, estamos passando os limites razoáveis, e nossos casters de elite estão dividindo com vocês, quais eram os apelidos que eles recebiam, e inventavam para seus arquirrivais, e todos nós sabemos, como pré-adolescentes podiam ser nefastos, na arte de insultar, e claro, que muitos desses apelidos alguns levam pra toda vida, como cabeção da malhação que foi inspiração para muitos cabeções por esse “brasilzão” a fora.

Muitos dizem, que antigamente era a melhor época para se crescer. Muitos homens e mulheres foram formados, na pressão do bullying, ou no carinho amigável de apelidos, que poderiam ser usados para ressaltar uma característica sua positiva, ou muitas vezes, negativa. Quem nunca foi chamado de tampinha, ou para os mais altos, como “boneco de olinda”. Se tivesse um nariz um pouco mais avantajado, ja era chamado de pinóquio, ou era acusado de roubar todo oxigênio da sala.

Gostaria de deixar claro que nomes, idades e qualquer informação foram alteradas, e este episódio não é pra ser levado a sério, apenas um podcast sobre apelidos, e experiências com fim de comédia.

Caso tenha se sentido ofendido por qualquer palavra dita, pau no seu … ops, aháá te peguei, ainda ta lendo isso? É sério? Tá, você ganhou, você realmente é um leitor de primeira, mas vê se volta logo a ouvir o episódio, e se quiser dar uma opinião, e xingar muito no twitter, é só nos marcar no @castsemcontrole . Nosso facebook é @semcontrolecast

Quem diria que falar sobre apelidos renderia tantos minutos assim? Realmente essa galera precisa de terapia.

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

Em Alta

Todos os Direitos Reservados © 2021 SemControleCast