Nos siga nas redes sociais

Your Name (Kimi no Na wa.) – Avaliação/Crítica

 Um bom filme/anime, com uma história cheia de reviravoltas, um pouco da Cultura japonesa, misticismo japonês e aquele romance perfeito. Tudo isso e ainda mais em “Your Name”.

A historia foca em dois jovens que ainda estão no colegial (sim é no Colégio, mas calma que é bom e com muito pouco clichê), o jovem rapaz Taki Tachibana mora na agitada cidade de Tóquio e a linda moça Mitsuha Miyamizu mora em uma pacata cidade do interior do Japão.

  Mitsuha Miyamizu sofre pelo fato de seu pai ser prefeito da cidade e por ter perdido sua mãe muito cedo, criada pela avó em uma espécie de templo, onde prática a arte das linhas e todo um ritual lá diferente (muito interessante e bem explicado no filme). Seu maior desejo é ir embora de lá, mais precisamente ir para Tóquio, viver no agito da cidade grande, longe de todos que convivem com ela no interior.

  Taki Tachibana é totalmente o oposto da Mitsuha Miyamizu como já dito, ele vive em Tóquio, no agito da cidade grande. Trabalha muito em um restaurante, onde ele é apaixonado por uma das garçonetes.

 O romance dos personagens não é nem um pouco possível, ela do interior, ele de Tóquio, pensamentos e gênios diferentes, porém um fato peculiar muda isso. Durante algumas noites, quando ela sonha e ele também, os dois trocam de corpos, ele passa um dia todo no corpo dela e ela um dia inteiro no corpo dele, se fosse apenas sonhos dos dois ok, porém realmente acontece, eles realmente trocam de corpo fazendo os dois agirem diretamente um na vida do outro.

 Essa situação começou a causar muitos problemas para os dois, então eles deram um jeito de deixar recados para se comunicarem e é ai que o romance aflora nos corações deles e uma história de amor verdadeira começa.

A partir disso qualquer coisa que aqui fosse comentada sobre o filme, seria o maior spoiler. Então fica aí a recomendação, um filme/anime fantástico, com um roteiro magnífico, que em tão pouco tempo lhe prende e te comove com tudo o que acontece. Personagens muito carismáticos, onde se apegar a eles não é uma opção, mas sim um fato, tudo graças ao roteiro muito bem desenvolvido.

 Considerações finais:

 Esse é um filme/anime espetacular como já dito antes, mas, se você ainda está em dúvida em ver essa obra, veja abaixo a descrição e fique com a nossa sincera recomendação de que vai valer cada segundo. Your Name ainda é perfeito para ver com seu par ou ver sozinho e chorar no final surpreendente.

Data de lançamento 11 de outubro de 2017 (1h 50min)
Distribuído por: Tōhō
Desenho personagens: Masayoshi Tanaka
Trilha sonora: Banda Radwimps
Direção: Makoto Shinkai
Elenco: Ryûnosuke Kamiki, Mone Kamishiraishi, Masami Nagasawa mais
Gêneros Animação, Fantasia
Nacionalidade Japão
Arrecadou cerca de US$355,298,270 até julho de 2017 na bilheteria mundial. Na América do Norte, Estados Unidos e Canadá, o longa arrecadou cerca de US$5,017,246.
[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=hRfHcp2GjVI[/embedyt]

Nos ajude a espalhar o descontrole!

podcast

#6 – Entrevista com Vem Noobar Comigo

É isso mesmo! Nossos casters de elite estão aqui para conversar com a dona do canal Vem Noobar Comigo, falando sobre seu canal no YouTube, seus passos como desenvolvedora e muito mais!

Esse episódio, foi realmente fora da curva, onde foram vistos vários pontos de qual foi a experiência da Viih no mundo dos games, e ainda dando dicas de como manter um canal no YouTube, quais foram seus jogos e sua caminhada na criação de conteúdos.

Acesse o canal da Viih no YouTube clicando aqui

Quer apoiar a Viih? Acesse o PicPay dela clicando aqui

Canal da Viih na Twitch acesse aqui

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

Parceiros

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

podcast

#5 Apelido pra mais de metro

Neste episódio, estamos passando os limites razoáveis, e nossos casters de elite estão dividindo com vocês, quais eram os apelidos que eles recebiam, e inventavam para seus arquirrivais, e todos nós sabemos, como pré-adolescentes podiam ser nefastos, na arte de insultar, e claro, que muitos desses apelidos alguns levam pra toda vida, como cabeção da malhação que foi inspiração para muitos cabeções por esse “brasilzão” a fora.

Muitos dizem, que antigamente era a melhor época para se crescer. Muitos homens e mulheres foram formados, na pressão do bullying, ou no carinho amigável de apelidos, que poderiam ser usados para ressaltar uma característica sua positiva, ou muitas vezes, negativa. Quem nunca foi chamado de tampinha, ou para os mais altos, como “boneco de olinda”. Se tivesse um nariz um pouco mais avantajado, ja era chamado de pinóquio, ou era acusado de roubar todo oxigênio da sala.

Gostaria de deixar claro que nomes, idades e qualquer informação foram alteradas, e este episódio não é pra ser levado a sério, apenas um podcast sobre apelidos, e experiências com fim de comédia.

Caso tenha se sentido ofendido por qualquer palavra dita, pau no seu … ops, aháá te peguei, ainda ta lendo isso? É sério? Tá, você ganhou, você realmente é um leitor de primeira, mas vê se volta logo a ouvir o episódio, e se quiser dar uma opinião, e xingar muito no twitter, é só nos marcar no @castsemcontrole . Nosso facebook é @semcontrolecast

Quem diria que falar sobre apelidos renderia tantos minutos assim? Realmente essa galera precisa de terapia.

Nos ajude a espalhar o descontrole!
Continue Lendo

Em Alta

Todos os Direitos Reservados © 2021 SemControleCast